ESCOLHA POR PORTE:

DESCUBRA A RAÇÃO IDEAL PARA O SEU CÃO:

RAÇAS
  • Escolha uma Raça
  • Akita Inu
  • Beagle
  • Bernese Mountain Dog
  • Border Collie
  • Boxer
  • Buldogue Francês
  • Bulldog Inglês
  • Chihuahua
  • Chow Chow
  • Cocker Spaniel
  • Collie
  • Dálmata
  • Dobermann
  • Dog Alemão
  • Golden Retriever
  • Labrador Retriever
  • Lhasa Apso
  • Maltês
  • Pastor Alemão
  • Pinscher
  • Pitbull
  • Poodle
  • Pug
  • Rottweiler
  • Schnauzer Miniatura
  • Shih-tzu
  • Spitz
  • Sem raça definida
  • Teckel
  • Yorkshire Terrier
NECESSIDADES ESPECIAIS
  • Sobrepeso
  • Dermatites
  • Cálculos urinários
  • Gastrite
  • Distúrbios intestinais
  • Doenças hepáticas
  • Doenças cardíacas
  • Intolerância alimentar
  • Alergia alimentar
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Doenças renais
  • Paladar apurado
FASE DA VIDA
  • Fase da vida
  • Filhote
  • Adulto
  • Idoso
PORTE DO ANIMAL
  • Porte do Animal
  • Pequeno
  • Médio
  • Grande

NOSSAS LINHAS:

Escolha pela fase da vida:

DESCUBRA A RAÇÃO IDEAL PARA O SEU GATO:

RAÇAS
  • Escolha uma Raça
  • Angorá 
  • Azul Russo 
  • Brazilian Shorthair 
  • British Shorthair 
  • Chartreuse 
  • European Shorthair 
  • Gato Abissínio 
  • Gato Cornish Rex 
  • Gato Oriental 
  • Gato Siamês 
  • Himalaia 
  • Maine Coon 
  • Norwegian Forest 
  • Persa
  • Ragdoll 
  • Sagrado da Hirmânia 
  • Scottish Fold 
  • Siamês
  • Sphinx 
  • Sem raça definida
NECESSIDADES ESPECIAIS
  • Sobrepeso
  • Distúrbios intestinais
  • Cálculos urinários
  • Doenças renais
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Castrado
FASE DA VIDA
  • Fase da vida
  • Filhote
  • Adulto
  • Idoso

NOSSAS LINHAS:

DESCUBRA A RAÇÃO IDEAL:

ESPÉCIE
  • Gato
  • Cão
NECESSIDADES ESPECIAIS
  • Sobrepeso
  • Dermatites
  • Cálculos urinários
  • Gastrite
  • Distúrbios intestinais
  • Doenças hepáticas
  • Doenças cardíacas
  • Intolerância alimentar
  • Alergia alimentar
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Doenças renais
  • Paladar apurado
  • Sobrepeso
  • Distúrbios intestinais
  • Cálculos urinários
  • Doenças renais
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Castrado

NOSSAS LINHAS:

Parvovirose canina: causas, sintomas e tratamento

Parvovirose canina: causas, sintomas e tratamento

A parvovirose canina é uma doença infectocontagiosa causada pelo parvovírus canino tipo 2 (CPV-2). Trata-se de uma das viroses mais conhecidas e mais contagiosas entre os cães, sendo também chamada de Enterite Canina Parvoviral

Essa virose canina ataca mais os cães jovens que os adultos e apresenta alta taxa de mortalidade. Por isso, um diagnóstico rápido e confiável é tão importante para manter o pet saudável. 

Conheça as causas, os sintomas e o tratamento da parvovirose canina

O que é parvovirose canina? 

A parvovirose é uma doença infecciosa e contagiosa causada pelo vírus parvovírus. Ela se manifesta de duas formas: a entérica e a miocárdica.

A forma entérica é mais frequente e apresenta sinais evidentes. Já a forma miocárdica ataca o coração ao causar miocardite aguda e, em geral, se manifesta mais em filhotes e raramente em cães adultos

Como se transmite parvovirose canina? 

O parvovírus canino é transmitido pela eliminação fecal e a porta de entrada para a doença é a via oral. Mas o vírus também pode estar presente em outras secreções durante o período agudo da doença. Acredita-se que disseminação da doença se dá muito mais pela persistência do vírus no ambiente do que pelos cães portadores. 

O vírus transmissor da parvovirose é extremamente estável e resiste às influências ambientais adversas. Esse vírus é capaz de permanecer durante muito tempo em objetos inanimados, como roupas e piso. Infelizmente a maioria dos detergentes e desinfetantes falham ao tentar inativar esse vírus, com exceção do hipoclorito de sódio.

O que facilita a transmissão da parvovirose canina? 

Os fatores que predispõe a parvovirose canina são a idade, os fatores genéticos, estresse e infecções com parasitas ou bactérias intestinais. Geralmente, os filhotes de cães com menos de seis meses de idade apresentam uma maior necessidade de hospitalização, quando comparado com animais idosos. 

A parvovirose em cães tem maior incidência durante os meses quentes do ano, sendo que as fezes contaminadas são a fonte primária de infecção da doença. Após a exposição oral, o vírus se localiza e infecta a faringe. A partir disso o vírus ganha a corrente circulatória e invade vários tecidos do corpo do cachorro. 

Quais os sintomas da parvovirose canina? 

No caso da parvovirose miocárdica, o cão mal apresenta sinais. A doença pode ocorrer em cães neonatos, após a infecção intra-uterina ou nas primeiras seis semanas de vida. Esses animais infelizmente apresentam morte súbita ou sinais inespecíficos. 

Atualmente, esse quadro é considerado raro, pois a imunidade passiva protege os filhotes na fase de ocorrência dessa forma clínica. Já a forma entérica da parvovirose apresenta sinais bem característicos. 

Os sintomas da parvovirose são febre, vômitos e diarreia com sangue. Além disso, o cão pode apresentar: 

  • Desidratação
  • Perda de apetite
  • Apatia profunda 
  • Mucosas pálidas

Contudo, a principal manifestação da parvovirose é a gastrenterite, problema que consiste na inflamação das mucosas do intestino e do estômago do animal. 

Como saber se meu cão tem parvovirose?

A melhor maneira de diagnosticar a parvovirose canina é através do diagnóstico laboratorial do parvovírus, que pode ser realizado pela detecção do vírus nas fezes e vômitos. 

Caso notar um dos sintomas, leve o cachorro imediatamente ao médico-veterinário. 

Como tratar parvovirose canina?

O tratamento da parvovirose é recomendado de acordo com o nível de evolução da doença no animal e da sua condição imunológica. Os principais objetivos do tratamento são: manter o equilíbrio dos eletrólitos, minimizar a perda de líquidos nas primeiras 48 horas e, em caso de vômito, suspender completamente a alimentação e ingestão de líquidos por via oral. 

Uso de antibiótico para parvovirose canina, fluidoterapia e antieméticos são recomendados em alguns casos. Lembrando que nenhum remédio deve ser ministrado sem a orientação do médico-veterinário. 

Cachorro com parvovirose. O que fazer? 

Durante o quadro clínico da parvovirose canina, o animal infectado deve ser isolado dos outros cães da casa, devendo-se evitar também o contato com jardins e lugares difíceis de serem desinfetados, os quais possam favorecer a persistência do parvovírus. 

Como prevenir a parvovirose em cães? 

A parvovirose canina tem cura, mas a prevenção é sempre o melhor caminho, ainda mais se tratando de uma doença agressiva. 

A vacina da parvovirose deve ser aplicada preferencialmente nas fêmeas ainda em gestação, pois terão sua imunidade aumentada, fazendo com que transfiram, através da placenta, a imunidade passiva aos seus filhotes. 

Além disso, durante a fase de aleitamento, tal imunidade conferida pela vacina aplicada na genitora será transferida aos cães neonatos através do leite (principalmente o colostro, que é o primeiro leite produzido pela fêmea). Assim, eles receberão anticorpos, prevenindo-os contra a doença até que tenham idade suficiente para serem vacinados. 

Em alguns casos é recomendado vacinar os filhotes contra a parvovirose com 45 dias de vida, quando estes não receberam o colostro e suas mães não tenham sido vacinadas anteriormente. 

Para prevenir e tratar a parvovirose canina, procure sempre a orientação de um médico veterinário. 

Saiba mais em nosso guia de cuidados com o filhote

Melhor ração para cães filhotes 

Além da vacina como forma de prevenção, os cães filhotes precisam de outros cuidados especiais e, a alimentação é um deles. Para entender as necessidades dos filhotes, é essencial considerar qual o seu porte. O tamanho do cachorro irá influenciar em sua nutrição, pois eles possuem necessidades diferentes.

Equilíbrio Cães Filhotes - Raças Pequenas é um alimento completo para cães de raças miniaturas e pequenas em fase de crescimento (2 a 10 meses de vida). A ração possui teor proteico ideal para um bom desenvolvimento. Além de possuir a ação de prebióticos e probióticos, sua fórmula possui quantidades equilibradas de vitaminas e minerais para o crescimento dos filhotes. 

Equilíbrio Cães Filhotes - Raças Médias é um alimento completo para cães de porte médio em fase de crescimento (de 2 a 12 meses de vida). Com um equilíbrio perfeito de ômegas 3 e 6, o alimento proporciona uma pelagem sedosa e brilhante ao filhote. Além de reduzir o odor das fezes através da ação da Yucca schidigera, sua fórmula melhora o trânsito intestinal com níveis de prebióticos e probióticos. 

Equilíbrio Cães Filhotes - Raças Grandes é um alimento completo para cães filhotes de raças grandes (de 2 até 18 meses de vida) e gigantes (de 2 até 24 meses de vida). A ração contribui para articulações saudáveis com ação do sulfato de condroitina e sulfato de glicosamina. Além de melhorar o trânsito intestinal com ação de prebióticos e probióticos, sua fórmula reduz o odor das fezes através da presença da Yucca schidigera.

NOSSOS PRODUTOS:

Equilíbrio Total Alimentos Gatos Equilíbrio Total Alimentos Cães
DEIXE O SEU COMENTÁRIO

ARTIGOS RELACIONADOS

Como cuidar de cães e gatos com problemas intestinais?

Família maior

Gato com diarreia: cuidados com a alimentação

Como saber se seu pet está obeso?

Entenda os benefícios extras da ração Grain Free

Gatos idosos: necessidades e cuidados para essa etapa.

Entenda a necessidade de escovar os pelos do seu gato

Cuidado: engasgamento é coisa séria!

Como prevenir a obesidade em gatos

Onze raças de cachorros que você ainda não conhece! Saiba mais sobre elas.

Causas e tratamento para Lágrima Ácida

Sabe como preparar o Substituto do Leite Materno? Nós te ensinamos!

Como cuidar da obesidade em cães

Doenças de pele em gatos causadas por fungos

Colite em cães: quais os sintomas e como tratar

Vermes em gatos: sintomas e tratamento

Alopecia em gatos: como evitar a queda de pelos

Os problemas cardíacos dos animais domésticos

Cuidados com pelos, orelhas, garras e dentes

Dá um sorriso cãozinho!

Gato recém-nascido com diarreia: como cuidar?

Dermatite em gato: quais as mais comuns?

Parvovirose canina: causas, sintomas e tratamento

Sarna demodécica em cães: o que é, como tratar e evitar

Displasia canina: sintomas e tratamento

Catarata em cachorro: diagnóstico, sintomas e tratamento

Castração de gato previne câncer

Acne felina: o que é e como identificar

Meu cachorro está com diarreia

Doenças de pele em cachorro

Doenças de pele em gato

Com que frequência limpar a caixa de areia

6 indícios de que seu gato pode estar com verme

Queda de pelos: tudo sobre alopecia em gatos

Gatos castrados: saiba mais sobre comportamento e alimentação dos felinos

5 sintomas que indicam que seu gato pode estar com anemia

Sintomas de anemia em gatos

Como saber se o cachorro está com febre

Doenças causadas pela obesidade em gatos

Melhor ração para gato obeso

A mágica entre os cães e os idosos

Doenças renais - como identificar e melhorar a qualidade de vida do seu animal

O que você precisa saber sobre: alimentos transgênicos

Cão com sono agitado? - Como ajudar o seu cachorro a dormir melhor

Alergia em Cães: Como tratar?

10 sinais de câncer em gatos. Como proteger o seu?

3 soluções para gatos com estômago sensível

Saiba quais os benefícios que um pet traz para a saúde de um tutor

Doenças causadas pela obesidade canina

Alergia alimentar em cães

Como saber se você tem um cachorro obeso

Cães da raça dálmata possuem tendência a ser um cachorro obeso

Cães da raça beagle possuem predisposição à obesidade canina

Cães da raça basset hound têm facilidade para ganhar peso

Cachorros da raça pug possuem tendência à obesidade

Cães da raça shih tzu têm predisposição à obesidade canina

Cães da raça labrador possuem tendência à obesidade canina

Brincadeiras para gato perder peso

Gato com febre: como identificar e o que fazer

Micose em gatos: sintomas, diagnóstico e cuidados

Passear com cachorro: importância e cuidados

Gestação de cachorro: qual a alimentação indicada?

Vacinas para cachorro: quais são e quando dar

Gestação de gato: cuidados pós-operatórios

Cuidados pré-operatórios em cirurgia de castração de cachorro

Cuidados pós-operatórios em cirurgia de castração de cachorro

Cuidados pré-operatórios em cirurgia de castração de gato

Conheça as principais doenças em gatos

O que é esporotricose em gatos? Como cuidar?

Melhor ração para problemas intestinais em cães

Melhor ração para inflamação gastrointestinal em cães

Melhor ração para gastrite em cães

Melhor ração intestinal para gatos

Melhor ração para doença inflamatória intestinal em gatos

Melhor ração para colite crônica em gatos

Obesidade em gatos castrados

Obesidade em gatos idosos

Cuidar de gatos obesos

Causas da obesidade em gatos

Cães e Gatos podem ser doadores de sangue: ajude a salvar uma vida animal

Problemas renais em cães

Doenças hepáticas em cães

5 atitudes que evitam a Leishmaniose

O cão está comendo fezes? Veja 4 passos para evitar a coprofagia!

5 elementos que ajudam a identificar a causa da diarreia em cães

4 coisas que você precisa saber sobre a Leucemia Felina

6 maneiras eficientes para cuidar da higiene do felino

3 dicas para gatos com asma

Você conhece a AIDS Felina? Contamos tudo em 4 tópicos!

Saiba mais sobre quedas de pelos de cães

Saiba como as brincadeiras podem ajudar cães idosos

5 dicas para tornar o verão do seu cão mais agradável

Tudo o que você precisa saber sobre a Lipidose Hepática Felina!

Como evitar problemas de pele e pelagem no seu felino

Tudo o que sabemos sobre onde seu cachorro pode estar pegando carrapatos.

Gato branco: Como proteger a pele dele?

Doenças de ouvido em cães

O que é Disfunção Cognitiva Canina?

Como cuidar de cães com estômago sensível

Como diminuir a queda de pelo dos cães?

O seu pet também sente calor.

A idade chegou, e agora?

Hipoglicemia canina

Cuidados no pós-operatório de animais domésticos

Cães idosos e a ansiedade da separação

Doenças cardíacas nos cães

Saúde oral

Tártaro em cães e gatos: Como surge? Como prevenir? Como tratar?

Acho que o meu cachorro ou gato tem alergia alimentar, e agora?

O amor que corre nas veias

Escreva um final feliz

São pequenos gesto que fazem grandes diferenças