ESCOLHA POR PORTE:

DESCUBRA A RAÇÃO IDEAL PARA O SEU CÃO:

RAÇAS
  • Escolha uma Raça
  • Akita Inu
  • Beagle
  • Bernese Mountain Dog
  • Border Collie
  • Boxer
  • Buldogue Francês
  • Bulldog Inglês
  • Chihuahua
  • Chow Chow
  • Cocker Spaniel
  • Collie
  • Dálmata
  • Dobermann
  • Dog Alemão
  • Golden Retriever
  • Labrador Retriever
  • Lhasa Apso
  • Maltês
  • Pastor Alemão
  • Pinscher
  • Pitbull
  • Poodle
  • Pug
  • Rottweiler
  • Schnauzer Miniatura
  • Shih-tzu
  • Spitz
  • Sem raça definida
  • Teckel
  • Yorkshire Terrier
NECESSIDADES ESPECIAIS
  • Sobrepeso
  • Dermatites
  • Cálculos urinários
  • Gastrite
  • Distúrbios intestinais
  • Doenças hepáticas
  • Doenças cardíacas
  • Intolerância alimentar
  • Alergia alimentar
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Doenças renais
  • Paladar apurado
FASE DA VIDA
  • Fase da vida
  • Filhote
  • Adulto
  • Idoso
PORTE DO ANIMAL
  • Porte do Animal
  • Pequeno
  • Médio
  • Grande

NOSSAS LINHAS:

Escolha pela fase da vida:

DESCUBRA A RAÇÃO IDEAL PARA O SEU GATO:

RAÇAS
  • Escolha uma Raça
  • Angorá 
  • Azul Russo 
  • Brazilian Shorthair 
  • British Shorthair 
  • Chartreuse 
  • European Shorthair 
  • Gato Abissínio 
  • Gato Cornish Rex 
  • Gato Oriental 
  • Gato Siamês 
  • Himalaia 
  • Maine Coon 
  • Norwegian Forest 
  • Persa
  • Ragdoll 
  • Sagrado da Hirmânia 
  • Scottish Fold 
  • Siamês
  • Sphinx 
  • Sem raça definida
NECESSIDADES ESPECIAIS
  • Sobrepeso
  • Distúrbios intestinais
  • Cálculos urinários
  • Doenças renais
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Castrado
FASE DA VIDA
  • Fase da vida
  • Filhote
  • Adulto
  • Idoso

NOSSAS LINHAS:

DESCUBRA A RAÇÃO IDEAL:

ESPÉCIE
  • Gato
  • Cão
NECESSIDADES ESPECIAIS
  • Sobrepeso
  • Dermatites
  • Cálculos urinários
  • Gastrite
  • Distúrbios intestinais
  • Doenças hepáticas
  • Doenças cardíacas
  • Intolerância alimentar
  • Alergia alimentar
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Doenças renais
  • Paladar apurado
  • Sobrepeso
  • Distúrbios intestinais
  • Cálculos urinários
  • Doenças renais
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Castrado

NOSSAS LINHAS:

Doenças de pele em gato

Doenas de pele em gato

Entender as doenças de pele em gato facilita o reconhecimento dos sintomas e permite o diagnóstico rápido. Para isso, é fundamental acompanhar o desenvolvimento do animal e, identificando quaisquer mudanças físicas ou comportamentais,procurar a ajuda de um veterinário.  

Saiba quais são as causas e os sintomas dos principais problemas de pele em gato e como proceder caso o seu felino apresentar sinais incomuns:

Dermatite em gatos

A dermatite em gatos é uma reação alérgica de contato. Ela pode ser causada por aplicação de antibióticos e contato com diversos tipos de materiais como plástico, borracha, lã, produtos químicos, entre outros.

A pele fica irritada e vermelha, surgem bolhas em partes do corpo com menos pelagem, coceira e queda de pelos. Para saber se o seu felino está com dermatite, leve-o ao veterinário. O profissional pode dar o diagnóstico depois de um teste de contato e de exclusão. Assim que constatar o causador, o animal ficará privado do contato com o mesmo.

Pelo de gato caindo e pele vermelha. O que é?

Pelo de gato caindo e pele vermelha pode ser sinal de dermatite felina. A doença é uma reação alérgica de contato. Ela pode ser causada por aplicação de antibióticos e contato com diversos tipos de materiais como plástico, borracha, lã, produtos químicos, entre outros. Caso notar um dos sintomas, leve o seu gato ao médico-veterinário para um diagnóstico preciso. Assim, ele irá instituir o tratamento adequado para o problema.

Acne felina

A acne felina, trata-se de um problema que também pode surgir no gato adulto. O queixo é uma das regiões mais afetadas.

Para identificar a acne em gatos, observe se existem nódulos inflamados. A acne mais grave, com presença de lesão e inchaço, precisa do acompanhamento veterinário.

Sarna em gatos

A sarna em gatos é causada por ácaros. Existem dois tipos:

Sarna Notoédrica: também conhecida como a sarna dos gatos, é causada pelo ácaro Notoedres cati. Ela ataca a região da cabeça e pescoço. O sintoma mais claro é a coceira excessiva. Muitas vezes, o gato coça com tanta frequência, que causa lesões na pele. Esta sarna é contagiosa e pruriginosa.

A sarna felina manifesta-se com lesões escamosas, secas, com feridas nas bordas das orelhas do gato e na face. A coceira é frequente e, pode gerar graves escoriações na cabeça e no pescoço do gato, causadas por arranhaduras.

Sarna Otodécica: é a sarna do conduto auditivo, causada pelo ácaro Otodectes cynotis. Ela pode surgir tanto nos gatos, quanto nos cães. No gato, a sarna afeta o ouvido e pode se expandir também para a cabeça. É acompanhada de vermelhidão, coceira frequente na região e pode ocasionar otite, que é a inflamação do conduto auditivo. Também é contagiosa.

O tratamento de ambas é distinto. O ideal é não deixar que o seu gato tenha contato frequente com animais de rua ou com ambientes possivelmente infectados. Caso o seu felino apresente sintomas de sarna, leve-o ao veterinário para que os exames sejam feitos e o tratamento adequado seja iniciado.

Esporotricose em gatos

A esporotricose felina é uma micose causada pelo fungo Sporothrix schenckii, encontrado na natureza — no solo, vegetais, cascas de árvores e materiais orgânicos em decomposição. A doença pode ser identificada através do aparecimento de feridas ulceradas com secreção e lesões espalhadas pelo corpo, principalmente na cabeça e extremidades.

Por se tratar de uma zoonose, o contágio deve ser evitado. A transmissão é realizada através do contato direto com as feridas ou mordidas e arranhões de animais portadores do fungo.

A esporotricose em gatos causa destruição da derme, epiderme e conforme o avanço do fungo, pode chegar aos músculos e ossos. O tratamento é feito com antifúngicos, mas o veterinário é o único que pode dar um diagnóstico, pois os sinais aparentes sãos semelhantes à outras doenças. Antes da indicação de tratamento, recomenda-se a realização de exames laboratoriais.

Casquinhas na pele do gato. O que pode ser?

Aquelas casquinhas na pele do gato podem ser causadas por pulgas e carrapatos, pois esses parasitas picam o gato para se alimentar de seu sangue, causando coceira excessiva e zonas com perda de pelo.

As pulgas podem ser vistas diretamente, assim como seus restos, e podem ser combatidas usando produtos anti-parasitários para gatos. Converse com o seu veterinário para verificar a fundo a causa do problema.

Micose em gatos

Os principais causadores da micose em gatos são os fungos que estão abrigados nas plantas e solos. Geralmente, o contágio ocorre devido à baixa imunidade do felino. Ela pode se manifestar em qualquer área do corpo do animal — o primeiro sintoma é uma crosta que, quando retirada, torna-se uma lesão em formato arredondado e sem pelos no local. A micose felina causa coceiras e pode desenvolver alergia e fungos no animal. O tratamento é feito através do uso de pomadas ou cremes específicos, sendo que depois de iniciada a aplicação, os pelos podem voltar a crescer.

Câncer de pele em gatos

O câncer de pele em gatos é um problema grave que possui tratamento, mas se não diagnosticado a tempo, pode levar o animal a óbito. A doença caracteriza-se pela produção exacerbada de células que formam o tumor. As feridas em gatos com cicatrização mais lenta podem indicar um possível câncer de pele.

A exposição prolongada ao sol também pode desenvolver o câncer. Gatos brancos são mais propensos a ter a doença, pois possuem menos pigmentos para se proteger dos malefícios do sol. As áreas com menos pelagem como as pontas das orelhas, nariz, lábios e até mesmo as pálpebras, sofrem mais com queimaduras.

Para proteger o felino de queimaduras solares, você pode aplicar um protetor solar que deve ser indicado pelo veterinário. Existem versões desenvolvidas especialmente para os gatos.

Câncer de pele em gatos. Como tratar?

O tratamento do câncer de pele em gatos é feito após o diagnóstico do veterinário, de acordo com o estágio da doença. Quimioterapia, radioterapia e remédios são algumas formas de tratar o câncer.

Contudo, é importante levá-lo ao médico veterinário se qualquer sintoma incomum surgir. Exames de rotina podem detectar doenças de pele precocemente.

Alopecia em gatos

A alopecia em gatos caracteriza-se por uma queda de pelos excessiva que deixa falhas na pelagem e deve ser investigada. Ela pode ter diversas causas:

Atopia: a alopecia em gatos pode aparecer em função de uma reação alérgica ou algo que o felino inalou, como pó, pólen, ácaro, mofo, entre outros. A doença vem acompanhada de sintomas como: vermelhidão, coceira, orelhas inflamadas e até infecção.

Alergias alimentares: algo na dieta pode causar reação alérgica nos felinos. Nesse caso, o gato costuma rejeitar a ração. A principal forma de combater a alergia alimentar é mudando a dieta.

Estresse agudo: a queda de pelos pode ocorrer em situações estressantes, como cirurgias, doenças, viagens, mudanças bruscas que causam desconforto ou estresse no animal. Trata-se de uma perda de pelo generalizada.

Ferida atrás da orelha do gato pode ser sinal de uma reação cutânea. Geralmente essas feridas são causadas por coceira. O gato se lambe e arranha, provocando perda de pelo e erosões como úlceras ou feridas. Além disso, as feridas também podem ser sinais de sarna, que é causada por ácaros. Ela é caracterizada por coceira intensa, especialmente na cabeça. O ácaro Trombicula autumnalis é observado através de manchas laranjas que causam muita coceira e crostas.

Cuidados para evitar doenças de pele em gatos

Essas são algumas das principais doenças de pele em gatos, mas existem diversos outros motivos e, por isso, é fundamental observar o animal e ao perceber qualquer sintoma incomum, levá-lo ao veterinário.

Para cuidar da saúde da pele e da pelagem do seu felino é importante alimentá-lo com uma ração super premium para gato. Equilíbrio Super Premium é a melhor ração para o seu pet, pois é desenvolvida com proteínas de fontes nobres, além de possuir alta performance de digestibilidade e altos índices de aproveitamento nutricional.  

Além disso, a ração possui níveis elevados de ômega 3 e 6, fundamentais para a qualidade de vida do seu felino.

NOSSOS PRODUTOS:

Equilíbrio Total Alimentos Gatos Equilíbrio Total Alimentos Cães
DEIXE O SEU COMENTÁRIO

ARTIGOS RELACIONADOS

Queda de pelos: tudo sobre alopecia em gatos

6 indícios de que seu gato pode estar com verme

5 sintomas que indicam que seu gato pode estar com anemia

Conjuntivite canina: causas, sintomas e tratamento

Como tratar a cistite em gatos?

Problemas intestinais em gatos

Mau hálito de cachorro: causas e tratamento

Como cuidar de cães e gatos com problemas intestinais?

Família maior

Gato com diarreia: cuidados com a alimentação

Como saber se seu pet está obeso?

Entenda os benefícios extras da ração Grain Free

Gatos idosos: necessidades e cuidados para essa etapa.

Entenda a necessidade de escovar os pelos do seu gato

Cuidado: engasgamento é coisa séria!

Como prevenir a obesidade em gatos

Onze raças de cachorros que você ainda não conhece! Saiba mais sobre elas.

Causas e tratamento para Lágrima Ácida

Sabe como preparar o Substituto do Leite Materno? Nós te ensinamos!

Como cuidar da obesidade em cães

Doenças de pele em gatos causadas por fungos

Colite em cães: quais os sintomas e como tratar

Vermes em gatos: sintomas e tratamento

Alopecia em gatos: como evitar a queda de pelos

Os problemas cardíacos dos animais domésticos

Cuidados com pelos, orelhas, garras e dentes

Dá um sorriso cãozinho!

Gato recém-nascido com diarreia: como cuidar?

Dermatite em gato: quais as mais comuns?

Parvovirose canina: causas, sintomas e tratamento

Sarna demodécica em cães: o que é, como tratar e evitar

Displasia canina: sintomas e tratamento

Catarata em cachorro: diagnóstico, sintomas e tratamento

Castração de gato previne câncer

Acne felina: o que é e como identificar

Meu cachorro está com diarreia

Doenças de pele em cachorro

Doenças de pele em gato

Com que frequência limpar a caixa de areia

Gatos castrados: saiba mais sobre comportamento e alimentação dos felinos

Sintomas de anemia em gatos

Como saber se o cachorro está com febre

Doenças causadas pela obesidade em gatos

Melhor ração para gato obeso

A mágica entre os cães e os idosos

Doenças renais - como identificar e melhorar a qualidade de vida do seu animal

O que você precisa saber sobre: alimentos transgênicos

Cão com sono agitado? - Como ajudar o seu cachorro a dormir melhor

Alergia em Cães: Como tratar?

10 sinais de câncer em gatos. Como proteger o seu?

3 soluções para gatos com estômago sensível

Saiba quais os benefícios que um pet traz para a saúde de um tutor

Doenças causadas pela obesidade canina

Alergia alimentar em cães

Como saber se você tem um cachorro obeso

Cães da raça dálmata possuem tendência a ser um cachorro obeso

Cães da raça beagle possuem predisposição à obesidade canina

Cães da raça basset hound têm facilidade para ganhar peso

Cachorros da raça pug possuem tendência à obesidade

Cães da raça shih tzu têm predisposição à obesidade canina

Cães da raça labrador possuem tendência à obesidade canina

Brincadeiras para gato perder peso

Gato com febre: como identificar e o que fazer

Micose em gatos: sintomas, diagnóstico e cuidados

Passear com cachorro: importância e cuidados

Gestação de cachorro: qual a alimentação indicada?

Vacinas para cachorro: quais são e quando dar

Gestação de gato: cuidados pós-operatórios

Cuidados pré-operatórios em cirurgia de castração de cachorro

Cuidados pós-operatórios em cirurgia de castração de cachorro

Cuidados pré-operatórios em cirurgia de castração de gato

Conheça as principais doenças em gatos

O que é esporotricose em gatos? Como cuidar?

Melhor ração para problemas intestinais em cães

Melhor ração para inflamação gastrointestinal em cães

Melhor ração para gastrite em cães

Melhor ração intestinal para gatos

Melhor ração para doença inflamatória intestinal em gatos

Melhor ração para colite crônica em gatos

Obesidade em gatos castrados

Obesidade em gatos idosos

Cuidar de gatos obesos

Causas da obesidade em gatos

Cães e Gatos podem ser doadores de sangue: ajude a salvar uma vida animal

Problemas renais em cães

Doenças hepáticas em cães

5 atitudes que evitam a Leishmaniose

O cão está comendo fezes? Veja 4 passos para evitar a coprofagia!

5 elementos que ajudam a identificar a causa da diarreia em cães

4 coisas que você precisa saber sobre a Leucemia Felina

6 maneiras eficientes para cuidar da higiene do felino

3 dicas para gatos com asma

Você conhece a AIDS Felina? Contamos tudo em 4 tópicos!

Saiba mais sobre quedas de pelos de cães

Saiba como as brincadeiras podem ajudar cães idosos

5 dicas para tornar o verão do seu cão mais agradável

Tudo o que você precisa saber sobre a Lipidose Hepática Felina!

Como evitar problemas de pele e pelagem no seu felino

Tudo o que sabemos sobre onde seu cachorro pode estar pegando carrapatos.

Gato branco: Como proteger a pele dele?

Doenças de ouvido em cães

O que é Disfunção Cognitiva Canina?

Como cuidar de cães com estômago sensível

Como diminuir a queda de pelo dos cães?

O seu pet também sente calor.

A idade chegou, e agora?

Hipoglicemia canina

Cuidados no pós-operatório de animais domésticos

Cães idosos e a ansiedade da separação

Doenças cardíacas nos cães

Saúde oral

Tártaro em cães e gatos: Como surge? Como prevenir? Como tratar?

Acho que o meu cachorro ou gato tem alergia alimentar, e agora?

O amor que corre nas veias

Escreva um final feliz

São pequenos gesto que fazem grandes diferenças