ESCOLHA POR PORTE:

DESCUBRA A RAÇÃO IDEAL PARA O SEU CÃO:

RAÇAS
  • Escolha uma Raça
  • Akita Inu
  • Beagle
  • Bernese Mountain Dog
  • Border Collie
  • Boxer
  • Buldogue Francês
  • Bulldog Inglês
  • Chihuahua
  • Chow Chow
  • Cocker Spaniel
  • Collie
  • Dálmata
  • Dobermann
  • Dog Alemão
  • Golden Retriever
  • Labrador Retriever
  • Lhasa Apso
  • Maltês
  • Pastor Alemão
  • Pinscher
  • Pitbull
  • Poodle
  • Pug
  • Rottweiler
  • Schnauzer Miniatura
  • Shih-tzu
  • Spitz
  • Sem raça definida
  • Teckel
  • Yorkshire Terrier
NECESSIDADES ESPECIAIS
  • Sobrepeso
  • Dermatites
  • Cálculos urinários
  • Gastrite
  • Distúrbios intestinais
  • Doenças hepáticas
  • Doenças cardíacas
  • Intolerância alimentar
  • Alergia alimentar
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Doenças renais
  • Paladar apurado
FASE DA VIDA
  • Fase da vida
  • Filhote
  • Adulto
  • Idoso
PORTE DO ANIMAL
  • Porte do Animal
  • Pequeno
  • Médio
  • Grande

NOSSAS LINHAS:

Escolha pela fase da vida:

DESCUBRA A RAÇÃO IDEAL PARA O SEU GATO:

RAÇAS
  • Escolha uma Raça
  • Angorá 
  • Azul Russo 
  • Brazilian Shorthair 
  • British Shorthair 
  • Chartreuse 
  • European Shorthair 
  • Gato Abissínio 
  • Gato Cornish Rex 
  • Gato Oriental 
  • Gato Siamês 
  • Himalaia 
  • Maine Coon 
  • Norwegian Forest 
  • Persa
  • Ragdoll 
  • Sagrado da Hirmânia 
  • Scottish Fold 
  • Siamês
  • Sphinx 
  • Sem raça definida
NECESSIDADES ESPECIAIS
  • Sobrepeso
  • Distúrbios intestinais
  • Cálculos urinários
  • Doenças renais
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Castrado
FASE DA VIDA
  • Fase da vida
  • Filhote
  • Adulto
  • Idoso

NOSSAS LINHAS:

DESCUBRA A RAÇÃO IDEAL:

ESPÉCIE
  • Gato
  • Cão
NECESSIDADES ESPECIAIS
  • Sobrepeso
  • Dermatites
  • Cálculos urinários
  • Gastrite
  • Distúrbios intestinais
  • Doenças hepáticas
  • Doenças cardíacas
  • Intolerância alimentar
  • Alergia alimentar
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Doenças renais
  • Paladar apurado
  • Sobrepeso
  • Distúrbios intestinais
  • Cálculos urinários
  • Doenças renais
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Castrado

NOSSAS LINHAS:

Doenças de pele em cachorro

Doenas de pele em cachorro

Compreender as principais doenças de pele em cachorro é fundamental para reconhecer os sintomas logo no início. Entre os problemas dermatológicos dos cães, encontramos doenças infectocontagiosas e alérgicas.

Saiba quais são as causas e os sintomas dos principais problemas de pele em cachorro e como proceder caso o seu pet apresentar um deles.

Dermatite canina

A coceira em cachorro que geralmente termina em descamação e feridas pode ser sinal de dermatite atópica. A doença nada mais é do que uma infecção na pele, provocando muita coceira, vermelhidão e pequenas feridas.

A dermatite canina é causada por diversos fatores: má alimentação, bactérias e até mesmo produtos presentes dentro de casa. Há também agentes que facilitam o surgimento do problema, como picadas de pulgas e o contato direto com produtos químicos, como perfumes, sabonetes etc.

O tratamento para dermatite canina deve ser feito o quanto antes para não prejudicar a pele e a qualidade de vida do animal. Existem pomadas, sprays e até mesmo comprimidos que modulam a imunidade do cão. Além disso, o primeiro remédio imunobiológico contra a doença já foi aprovado — injetável, ele bloqueia a substância que causa a coceira e suas manifestações na pele. Estudos comprovam que sua eficácia chega a 85%.

Caso o seu pet apresentar os sintomas de dermatite, procure um médico-veterinário para saber qual o melhor tratamento para o caso.

Pelo de cachorro caindo e pele vermelha. O que é?

Pelo de cachorro caindo e pele vermelha podem ser sintomas da dermatite canina. A doença está entre os problemas de pele mais comuns nos cães e, normalmente, os primeiros sinais surgem entre três meses e seis anos do animal.

O primeiro passo para que isso não aconteça é a prevenção. Leve o seu pet ao veterinário e realize exames de sangue para detectar possíveis problemas futuros.

Sarna canina

A sarna canina é uma doença de pele que se desenvolve por causa de um ácaro alojado na pele do animal. Existem três tipos de sarna, sendo causadas por ácaros diferentes: a sarna sarcóptica, a otodécica e a demodécica. Entenda melhor cada uma delas:

Sarna sarcóptica

A sarna mais comum entre os cães é a sarcóptica. Causada pelo ácaro Sarcoptes scabiei, é contraída por meio do contato direto com outro cão infectado. Esse tipo de sarna causa uma irritação muito intensa na pele do cachorro, fazendo até com que ele se morda. Os sintomas incluem pele avermelhada, queda de pelo e crostas.

Trata-se de uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida para nós.  

Sarna demodécica

A sarna demodécica, também conhecida como sarna negra, é causada pelo ácaro Demodex canis. Esse ácaro pode provocar áreas de alopecia nos cães, podendo ou não estar acompanhada de uma infecção secundária de pele.

O tratamento da sarna demodécica, em geral, dura de dois a três meses, e a frequência de uso do medicamento varia de acordo com o tratamento prescrito pelo veterinário.

Sarna otodécica

A sarna otodécica em cães atinge exclusivamente a região das orelhas. O ácaro responsável pela sarna é o Otodectes cynotis. A doença causa coceira intensa na orelha/ouvido do cão e pode acabar ferindo a região.

Independentemente do tipo de sarna que o seu cachorro tenha, leve-o ao veterinário para que o melhor tratamento seja iniciado.

Alergia em cachorro

A alergia em cães pode ser causada por diversas substâncias, como pólen, fungos, bolores, ácaros, pó e alimentos específicos. O problema atinge o sistema imunológico do cão, fazendo com que ele reaja anormalmente.

Os sintomas da alergia canina são coceira intensa, espirros contínuos e feridas. No caso da alergia alimentar, pode haver rejeição do alimento e até mesmo vômitos. O tratamento dessa reação é a medicação indicada pelo veterinário, que será prescrita de acordo com os sinais do estado geral de saúde do animal.

Doença do carrapato

A doença do carrapato é uma infecção grave causada por hemoparasitas que atingem diretamente o sangue do cachorro. O problema se apresenta de duas formas: erliquiose, uma bactéria; e babesiose, um protozoário. Trata-se de dois micro-organismos diferentes, mas que causam problemas muito similares.

A erliquiose ataca o sistema de defesa do cão, fazendo com que o corpo do animal destrua suas células de defesa e impeça a produção de novas células sanguíneas, por isso é tão grave. Já a babesiose, ataca os glóbulos vermelhos, responsáveis pela oxigenação do sangue. Apesar disso, os sintomas de ambas são parecidos. O cachorro pode apresentar:

  • Manchas na pele, visíveis na região da orelha e da barriga
  • Apatia
  • Febre
  • Dor articular
  • Aumento do baço

A melhor maneira de prevenir a doença do carrapato é manter o cão em locais limpos e longe da presença de parasitas. É importante sempre escovar o cachorro para verificar se há a presença de carrapatos. Peça a indicação de spray, xampus e sabonetes carrapaticidas ao seu veterinário.

O tratamento da doença do carrapato é feito por meio de um antibiótico, geralmente por um período de quatro semanas. Usa-se também um antiparasitário, que é usado como coadjuvante. Lembrando que o tratamento ideal deve ser prescrito pelo veterinário. Nunca medique seu pet sem um diagnóstico profissional.

Micose canina

A micose em cães é causada pelo fungo Microsporum —que se encontra nas plantas e nos solos. Sua transmissão ocorre por meio do contato direto entre um cão saudável e um contaminado.

A micose pode estar presente no seu pet e não desencadear sintoma algum. Mas a coceira ainda é considerada o principal sintoma da doença, assim como falhas na pelagem acompanhadas de vermelhidão na pele e lesões no nariz do cachorro.

O tratamento de cães com micose é feito, geralmente, com o uso de cremes e pomadas especiais. Nos casos em que esse tipo de medicação não mostra resultados, remédios por via oral podem ser recomendados pelo veterinário.

Traumatismo na pele do cachorro

Alguns acidentes podem deixar sequelas na pele do cachorro. Cicatrizes decorrentes de cirurgias, queimaduras ou quedas precisam de supervisão e controle para evitar que outros problemas surjam.

O tratamento de feridas mais sérias é baseado em antibióticos. Além disso, uma ferida mal cicatrizada pode desencadear infecções. Portanto o ideal é garantir o cuidado com cicatrizes para evitar ainda mais sofrimento.

Otite canina

A otite em cães é uma doença caracterizada pela inflamação do ouvido, mais especificamente do conduto auditivo. Os principais sintomas são:

  • Coceira intensa nas orelhas
  • Cabeça inclinada
  • Secreção dentro do ouvido
  • Mau cheiro vindo da orelha do cachorro, principalmente ao coçar
  • Perda de audição
  • Orelhas inchadas e vermelhas

Caso notar um dos sintomas, leve o seu pet com urgência ao veterinário. O tratamento vai depender da origem da otite, pois ela pode ser proveniente de sarna, produção excessiva de cera, infecções, fungos, entre outros fatores.

Alopecia em cães

A alopecia canina é caracterizada pela queda de pelo excessiva, que pode deixar falhas na pelagem do animal. Ela pode ser causada por desequilíbrios hormonais, estresse, mudanças de clima, alergias, entre outros fatores.

Caso notar que há falha na pelagem do seu cão, o melhor a fazer é recorrer ao veterinário. Assim, ele realizará análises que vão permitir estabelecer um tratamento ideal.

Cuidados para evitar doenças de pele em cachorro

Além das principais doenças de pele em cachorro, existem outros motivos que podem prejudicar a saúde geral do animal. É fundamental observar o comportamento do cão e ao perceber qualquer sintoma incomum, levá-lo ao veterinário.

Para cuidar da saúde da pele do seu cão, é importante alimentá-lo com uma ração super premium para cães. Equilíbrio Super Premium é a melhor ração para o seu companheiro, pois é enriquecida com ômegas 3 e 6, fundamentais para cuidar da saúde dos pelos e pelagem do seu animal de estimação.

Sua fórmula é desenvolvida com proteínas de fontes nobres, além de possuir alta performance de digestibilidade e altos índices de aproveitamento nutricional.

Ração para cães com sensibilidade de pele

Há duas linhas de rações para cães com problemas dermatológicos, cada uma possui a sua finalidade. Equilíbrio Cães Sensíveis é destinada aos cães que possuem predisposição genética a desenvolverem problemas de pele. Já Equilíbrio Veterinary Hypoallergenic é um alimento destinado aos cães alérgicos, sendo ideal para o tratamento de dermatites e gastroenterites associadas à alergia alimentar. A linha Veterinary precisa ser indicada pelo veterinário, com posterior acompanhamento profissional.

Conheça os compostos e benefícios das duas linhas de rações.

Equilíbrio Sensíveis Fish é um alimento completo para cães adultos a partir de 12 meses de vida. Ele é indicado para todas as raças com sensibilidade de pele. Além do peixe como proteína diferenciada, sua fórmula possui nutrientes balanceados e níveis de ômegas 3 e 6, que proporcionam uma pele mais bonita e uma pelagem com mais brilho.

Equilíbrio Cães Sensíveis - Raças Pequenas é um alimento completo para cães adultos de raças pequenas que apresentam algum tipo de sensibilidade. O alimento possui proteínas especiais e ação de prebióticos e probióticos. Além disso, seus níveis de ômegas 3 e 6 proporcionam uma pelagem sedosa e brilhante.

Equilíbrio Cães Sensíveis - Raças Médias e Grandes é um alimento completo para cães que possuem algum tipo de sensibilidade dermatológica. A ração possui níveis elevados de ômegas 3 e 6, contribui para a melhora o trânsito intestinal através da ação de prebióticos e probióticos.

Melhor ração para cães com alergia

No caso de alergias, deve-se orientar uma dieta especial com rações hipoalergênicas, que são desenvolvidas com compostos que reduzem as chances de irritações e possuem alta taxa de digestibilidade.

Equilíbrio Veterinary Hypoallergenic é um alimento coadjuvante para cães com alergia alimentar. Com proteína hidrolisada altamente digestível, ele é indicado para cães com dermatite alérgica, insuficiência pancreática e enteropatia com perda proteica. Sua fórmula contém complexo de antioxidantes para proteger as células de radicais livres e uma ótima relação de ômegas 3 e 6, que auxiliam na saúde geral. Além disso, a ração contribui para o equilíbrio da microbiota intestinal através dos prebióticos e probióticos.

Lembrando que essa ração deve ser indicada pelo médico veterinário.  

NOSSOS PRODUTOS:

Equilíbrio Total Alimentos Gatos Equilíbrio Total Alimentos Cães
DEIXE O SEU COMENTÁRIO

ARTIGOS RELACIONADOS

Como cuidar de cães e gatos com problemas intestinais?

Família maior

Como saber se seu pet está obeso?

Entenda os benefícios extras da ração Grain Free

Gatos idosos: necessidades e cuidados para essa etapa.

Entenda a necessidade de escovar os pelos do seu gato

Cuidado: engasgamento é coisa séria!

Como prevenir a obesidade em gatos

Onze raças de cachorros que você ainda não conhece! Saiba mais sobre elas.

Causas e tratamento para Lágrima Ácida

Sabe como preparar o Substituto do Leite Materno? Nós te ensinamos!

Como cuidar da obesidade em cães

Gato com diarreia: cuidados com a alimentação

Doenças de pele em gatos causadas por fungos

Colite em cães: quais os sintomas e como tratar

Vermes em gatos: sintomas e tratamento

Alopecia em gatos: como evitar a queda de pelos

Os problemas cardíacos dos animais domésticos

Cuidados com pelos, orelhas, garras e dentes

Dá um sorriso cãozinho!

Gato recém-nascido com diarreia: como cuidar?

Dermatite em gato: quais as mais comuns?

Parvovirose canina: causas, sintomas e tratamento

Sarna demodécica em cães: o que é, como tratar e evitar

Displasia canina: sintomas e tratamento

Catarata em cachorro: diagnóstico, sintomas e tratamento

Castração de gato previne câncer

Acne felina: o que é e como identificar

Meu cachorro está com diarreia

Doenças de pele em cachorro

Doenças de pele em gato

Com que frequência limpar a caixa de areia

6 indícios de que seu gato pode estar com verme

Queda de pelos: tudo sobre alopecia em gatos

Gatos castrados: saiba mais sobre comportamento e alimentação dos felinos

5 sintomas que indicam que seu gato pode estar com anemia

Sintomas de anemia em gatos

Como saber se o cachorro está com febre

Doenças causadas pela obesidade em gatos

Melhor ração para gato obeso

A mágica entre os cães e os idosos

Doenças renais - como identificar e melhorar a qualidade de vida do seu animal

O que você precisa saber sobre: alimentos transgênicos

Cão com sono agitado? - Como ajudar o seu cachorro a dormir melhor

Alergia em Cães: Como tratar?

10 sinais de câncer em gatos. Como proteger o seu?

3 soluções para gatos com estômago sensível

Saiba quais os benefícios que um pet traz para a saúde de um tutor

Doenças causadas pela obesidade canina

Alergia alimentar em cães

Como saber se você tem um cachorro obeso

Cães da raça dálmata possuem tendência a ser um cachorro obeso

Cães da raça beagle possuem predisposição à obesidade canina

Cães da raça basset hound têm facilidade para ganhar peso

Cachorros da raça pug possuem tendência à obesidade

Cães da raça shih tzu têm predisposição à obesidade canina

Cães da raça labrador possuem tendência à obesidade canina

Brincadeiras para gato perder peso

Gato com febre: como identificar e o que fazer

Micose em gatos: sintomas, diagnóstico e cuidados

Passear com cachorro: importância e cuidados

Gestação de cachorro: qual a alimentação indicada?

Vacinas para cachorro: quais são e quando dar

Gestação de gato: cuidados pós-operatórios

Cuidados pré-operatórios em cirurgia de castração de cachorro

Cuidados pós-operatórios em cirurgia de castração de cachorro

Cuidados pré-operatórios em cirurgia de castração de gato

Conheça as principais doenças em gatos

O que é esporotricose em gatos? Como cuidar?

Melhor ração para problemas intestinais em cães

Melhor ração para inflamação gastrointestinal em cães

Melhor ração para gastrite em cães

Melhor ração intestinal para gatos

Melhor ração para doença inflamatória intestinal em gatos

Melhor ração para colite crônica em gatos

Obesidade em gatos castrados

Obesidade em gatos idosos

Cuidar de gatos obesos

Causas da obesidade em gatos

Cães e Gatos podem ser doadores de sangue: ajude a salvar uma vida animal

Problemas renais em cães

Doenças hepáticas em cães

5 atitudes que evitam a Leishmaniose

O cão está comendo fezes? Veja 4 passos para evitar a coprofagia!

5 elementos que ajudam a identificar a causa da diarreia em cães

4 coisas que você precisa saber sobre a Leucemia Felina

6 maneiras eficientes para cuidar da higiene do felino

3 dicas para gatos com asma

Você conhece a AIDS Felina? Contamos tudo em 4 tópicos!

Saiba mais sobre quedas de pelos de cães

Saiba como as brincadeiras podem ajudar cães idosos

5 dicas para tornar o verão do seu cão mais agradável

Tudo o que você precisa saber sobre a Lipidose Hepática Felina!

Como evitar problemas de pele e pelagem no seu felino

Tudo o que sabemos sobre onde seu cachorro pode estar pegando carrapatos.

Gato branco: Como proteger a pele dele?

Doenças de ouvido em cães

O que é Disfunção Cognitiva Canina?

Como cuidar de cães com estômago sensível

Como diminuir a queda de pelo dos cães?

O seu pet também sente calor.

A idade chegou, e agora?

Hipoglicemia canina

Cuidados no pós-operatório de animais domésticos

Cães idosos e a ansiedade da separação

Doenças cardíacas nos cães

Saúde oral

Tártaro em cães e gatos: Como surge? Como prevenir? Como tratar?

Acho que o meu cachorro ou gato tem alergia alimentar, e agora?

O amor que corre nas veias

Escreva um final feliz

São pequenos gesto que fazem grandes diferenças