ESCOLHA POR PORTE:

DESCUBRA A RAÇÃO IDEAL PARA O SEU CÃO:

RAÇAS
  • Escolha uma Raça
  • Akita Inu
  • Beagle
  • Bernese Mountain Dog
  • Border Collie
  • Boxer
  • Buldogue Francês
  • Bulldog Inglês
  • Chihuahua
  • Chow Chow
  • Cocker Spaniel
  • Collie
  • Dálmata
  • Dobermann
  • Dog Alemão
  • Golden Retriever
  • Labrador Retriever
  • Lhasa Apso
  • Maltês
  • Pastor Alemão
  • Pinscher
  • Pitbull
  • Poodle
  • Pug
  • Rottweiler
  • Schnauzer Miniatura
  • Shih-tzu
  • Spitz
  • Sem raça definida
  • Teckel
  • Yorkshire Terrier
NECESSIDADES ESPECIAIS
  • Sobrepeso
  • Dermatites
  • Cálculos urinários
  • Gastrite
  • Distúrbios intestinais
  • Doenças hepáticas
  • Doenças cardíacas
  • Intolerância alimentar
  • Alergia alimentar
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Doenças renais
  • Paladar apurado
FASE DA VIDA
  • Fase da vida
  • Filhote
  • Adulto
  • Idoso
PORTE DO ANIMAL
  • Porte do Animal
  • Pequeno
  • Médio
  • Grande

NOSSAS LINHAS:

Escolha pela fase da vida:

DESCUBRA A RAÇÃO IDEAL PARA O SEU GATO:

RAÇAS
  • Escolha uma Raça
  • Angorá 
  • Azul Russo 
  • Brazilian Shorthair 
  • British Shorthair 
  • Chartreuse 
  • European Shorthair 
  • Gato Abissínio 
  • Gato Cornish Rex 
  • Gato Oriental 
  • Gato Siamês 
  • Himalaia 
  • Maine Coon 
  • Norwegian Forest 
  • Persa
  • Ragdoll 
  • Sagrado da Hirmânia 
  • Scottish Fold 
  • Siamês
  • Sphinx 
  • Sem raça definida
NECESSIDADES ESPECIAIS
  • Sobrepeso
  • Distúrbios intestinais
  • Cálculos urinários
  • Doenças renais
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Castrado
FASE DA VIDA
  • Fase da vida
  • Filhote
  • Adulto
  • Idoso

NOSSAS LINHAS:

DESCUBRA A RAÇÃO IDEAL:

ESPÉCIE
  • Gato
  • Cão
NECESSIDADES ESPECIAIS
  • Sobrepeso
  • Dermatites
  • Cálculos urinários
  • Gastrite
  • Distúrbios intestinais
  • Doenças hepáticas
  • Doenças cardíacas
  • Intolerância alimentar
  • Alergia alimentar
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Doenças renais
  • Paladar apurado
  • Sobrepeso
  • Distúrbios intestinais
  • Cálculos urinários
  • Doenças renais
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Castrado

NOSSAS LINHAS:

Coprofagia canina: o que fazer quando o cachorro come fezes?

Coprofagia canina: o que fazer quando o cachorro come fezes?

O ato de ingerir fezes é prejudicial aos cães e pode ser desencadeado por fatores relacionados à saúde ou ao comportamento canino. Você sabe o que é coprofagia em cães? Acompanhe este artigo e entenda mais sobre o assunto.

O que é coprofagia?

coprofagia canina é um problema que consiste na ingestão de fezes pelo próprio animal, e sabemos o quanto pode ser desagradável para o tutor presenciar uma cena dessas, mas, antes de se preocupar, você precisa entender quais são os motivos que levam o pet a fazer isso. Há causas fisiológicas e comportamentais para que o problema ocorra.

Causas da coprofagia - Fisiológicas: 

  • Falta de nutrientes
  • Estresse ou carência de atenção
  • Dietas restritivas ou apetite em excesso
  • Doenças que aumentam o apetite

Um dos principais motivos que leva o cachorro a comer as próprias fezes é a falta de nutrientes na dieta. Na maioria dos casos, eles buscam as fibras, nutrientes, calorias e bactérias intestinais que fazem bem à saúde.

Causas da coprofagia - Comportamentais: 

  • Chamar a atenção do tutor: ao ver a cena de um cachorro comendo fezes, nossa atenção é atraída na mesma hora, mesmo que de forma negativa. O segredo é não exagerar na reação. 
  • Tédio: cães que praticam exercícios físicos e mentais com menor frequência do que deveriam, costumam sentir tédio e podem desenvolver esse hábito de ingerir fezes.
  • Isolamento: quando os cachorros ficam muito tempo sozinhos, eles podem apresentar o quadro de coprofagia canina. 
  • Confinamento: como no isolamento, deixar o cachorro trancado por muito tempo pode fazê-lo comer fezes.
  • Ansiedade: em hipótese alguma esfregue o focinho do seu cão no cocô ou perto dele para ensiná-lo a fazer suas necessidades no local correto. O método não é eficaz e estimula um comportamento nada saudável no cachorro, pois na cabeça dele a sujeira precisa sumir ou ele levará bronca, por isso começa a praticar a coprofagia.
  • Associação inapropriada: alguns cães se alimentam perto do local onde fazem suas necessidades e podem fazer a associação com comida, pois os cheiros ficam misturados. 

Há ainda um motivo chocante pelo qual os cães fazem isso: alguns gostam do cheiro, sabor e até da textura. Outra condição do cão coprófago é nem sempre ingerir as próprias fezes, mas sim as de gato, isso acontece porque a ração do felino pode ser mais palatável e proteica. 

O que fazer quando perceber que o cachorro come fezes?

Agora, você já conhece os motivos, certo? Então como eliminar esse hábito ruim da rotina do seu cachorro? 

Em casos de coprofagia canina causada por estresse ou problemas comportamentais, um bom adestrador ajudará a resolver a situação. Dessa forma, vocês poderão identificar e corrigir o problema juntos. 

Se o ato de comer fezes for originado em alguma doença, a melhor atitude é levá-lo ao veterinário. Há produtos no mercado que podem ajudar, é o caso dos prebióticos, probióticos, fibras, vitaminas e enzimas digestivas. 

Nesse caso, é essencial que o animal seja avaliado por um profissional e que sejam feitos exames para um diagnóstico correto. 

É importante saber que ao ingerir fezes de animais contaminados, seu pet pode pegar doenças como giardíase, verminoses, entre outras. E até desenvolver a colite canina.  

Esse tipo de comportamento canino está relacionado à raça?

Até o momento, não há comprovações sobre tal fato, mas existem estudos que avaliam as raças Hounds e Terriers como cães mais propensos a comer as próprias fezes. Já com os poodles, acontece o contrário — são menos inclinados a fazer isso. 

Quando se trata de raças, é mais comum que esse comportamento se desenvolva em cães de porte pequeno, como: Yorkshire, Shih-Tzu, Spitz Alemão e Lhasa Apso. 

Como evitar a coprofagia canina?

coprofagia canina pode ser evitada com simples gestos, porém eficazes na rotina. Algumas orientações são:

  • Oferecer somente rações balanceadas e de qualidade.
  • Recolher as fezes imediatamente após o cachorro defecar.
  • Não utilizar reforço negativo para ensinar o pet a fazer suas necessidades no local correto, mas sim recompensá-lo com petiscos, carinhos e brinquedos sempre que ele fizer no lugar correto.
  • Dar broncas, na maioria das vezes, não funciona como forma educativa, apenas como fonte de atenção.
  • Não é recomendado recolher as fezes na frente do cão, em alguns casos, isso irá estimulá-lo a encontrar maneiras de remover as fezes na sua ausência.

Uma das principais causas da coprofagia canina pode ser a má alimentação, por isso é preciso oferecer ao animal uma ração balanceada e de qualidade, que atenda a todas as necessidades nutricionais das quais ele precisa. 

Ração Super Premium para cães

A linha Equilíbrio Super Premium é uma combinação perfeita de ingredientes, proporcionando a melhor ração Super Premium para cães. Além de ajudar na absorção dos nutrientes, melhora o trânsito intestinal com ação dos prebióticos e probióticos. Tudo isso com o sabor e a qualidade de Equilíbrio.

 

Para saber a quantidade certa de ração a oferecer, use a nossa calculadora de ração.

https://www.equilibriototalalimentos.com.br/caes/racas-pequenas/equilibrio-caes-e-filhotes-racas-pequenas.html

NOSSOS PRODUTOS:

Equilíbrio Total Alimentos Gatos Equilíbrio Total Alimentos Cães
DEIXE O SEU COMENTÁRIO

ARTIGOS RELACIONADOS

Caixa de areia para gatos: quais cuidados devo ter?

Os 10 mandamentos do gato

Lista: Atitudes que incitam a desobediência no seu cachorro. Quais erros seus estão afetando o comportamento do seu pet?

10 perfis de animais para seguir no Instagram

Pet Friendly: Lugares onde o seu cão ou gato são muito bem-vindos.

Spa: Um luxo disponível para cães e gatos

Yoga para cães

Cães-guia: Heróis invisíveis

Os 10 mandamentos do cachorro

Vamos passear? Um bom passeio com seu cão faz bem para todos.

Novo membro na família

Mais tranquilo

Banho de Gato

10 atitudes para melhorar o convívio com seu cachorro.

Como fazer o gato usar o arranhador

Animais de apartamento: O que fazer para não ficarem estressados?

Tudo o que você precisa saber sobre Dogwalkers

Derrubando mitos: por que os gatos não devem sair sozinhos

Hotel ou Pet Sitter? Conheça as vantagens e desvantagens e decida onde deixar seu gato

Grande ou pequena, alta ou baixa? Saiba como escolher a caixa de areia perfeita para seu gato.

Como lidar com cães ciumentos?

Seu cão merece estrelar esse lançamento!

Coprofagia canina: o que fazer quando o cachorro come fezes?

Cinofilia: como saber qual a raça do cachorro?

7 causas do mau hálito em gatos.

Como acalmar cachorro assustado com fogos de artifício

Desafio de Instagram: #MeuCãoAdora

3 motivos pelos quais você deve conversar com seu cão

Gatos que tem o costume de fazer xixi em lugares estranhos

7 maneiras de evitar a fuga do seu cachorro

Brinquedos seguros x perigosos: 08 dicas úteis para brincar e proteger o seu cão.

5 soluções para o dilema de ter cachorro e trabalhar fora.

Tem piscina em casa? Você precisa ver essas dicas para dar mais segurança ao seu cachorro!

Descubra por que o seu gato ignora quando você chama, e saiba como mudar isso.

Você sabe por que arranhar é tão importante para o seu gato? Descubra.

Superpoderes? Você não vai acreditar no que seu cãozinho é capaz!

Por que os gatinhos se lambem?

Como socializar filhotes?

Dicas para felinos: Como tornar a casa segura para um gato?

Quando é a hora certa de começar o adestramento?

Seu cão late muito?

Ele quer tudo que a gente come...como resolver isso?

Seu cão é telepata?

Está na hora da família aumentar?

Adotei mais um gato. O que fazer agora?

Melhores raças para crianças

Viagem programada, passaporte nas mãos e nas patas

Os melhores amigos das personalidades

Estudo mostra surpreendente comportamento dos gatos

Como escolher a cama ideal para seu gato

Fases da vida do Gato

O luto e os cães

Abraço - Um santo remédio

Tenho um cão, e agora? Dicas dos primeiros cuidados.

Mimos para cães

Sim, eu converso com meu cachorro!

Estrelas de cinema

Modelo em casa

Mitos sobre os gatos

O frio chegou: Cuidados especiais com o seu cão ou gato no inverno