Você está em: Home > Institucional > Artigos
Institucional
Artigos
Diabetes animal – como cuidar de cães e gatos diabéticos?

Diabetes animal – como cuidar de cães e gatos diabéticos?

A Diabetes mellitus é uma desordem hormonal muito comum em seres humanos, cães e gatos. Em animais, a doença costuma aparecer com a maturidade e é mais freqüente em fêmeas, embora também possa ocorrer em machos e animais jovens.

A seguir destacamos algumas informações importantes sobre a diabetes e como ela deve ser tratada para manter a qualidade de vida de seu bichinho.

 

 

Como ocorre a diabetes?

 

 

A doença se manifesta quando a quantidade de insulina produzida pelo organismo é insuficiente ou inexistente. A principal função da insulina é controlar os níveis de açúcar no sangue, sem ela a concentração de glicose aumenta. Quando o açúcar atinge certo nível no sangue, ele começa a ser eliminado pela urina, por isso o volume de urina aumenta e, consequentemente, a sede também cresce. O animal sente mais fome, pois as células precisam do açúcar que não é absorvido.

As principais causas da diabetes em cães ou gatos são a obesidade e a idade avançada.

 

 

Sintomas da diabetes em animais

 

 

Caso perceba alguns dos sintomas da diabetes no seu pet é muito importante procurar um médico veterinário para fazer exames detalhados de sangue e urina. São eles:

 

- sede excessiva;

- aumento do volume de urina;

- incontinência urinária;

- aumento do apetite;

- perda de peso;

- cansaço.

 

 

O tratamento da diabetes em animais

 

Após o diagnóstico, o tratamento prescrito pelo médico veterinário vai depender do tipo de diabetes que o pet apresentar. Em geral, o tratamento é feito com aplicações diárias de insulina e/ou outros medicamentos, exercícios físicos e cuidados com a alimentação. Cães e gatos diabéticos necessitam de uma dieta diferenciada, com menor quantidade de açúcares.

 

Na linha Veterinary da Equilíbrio, você encontrará ração para cães e gatos desenvolvidas especialmente para animais diabéticos e obesos, já que a obesidade é um fator que pode facilitar a ocorrência da diabetes animal.

 

Quando a doença é diagnosticada no início e o tratamento é feito corretamente o animal diabético pode ter a mesma qualidade e expectativa de vida de animais saudáveis. Cuide bem do seu amigo para que ele viva mais feliz por muitos anos.

Outras postagens: